Hotelaria do 5* do Algarve Resiste à Crise

18 11 2009

Gonçalo Garcia

Quebra de preços inferior a 8 Euros nos meses de Verão

De acordo com uma análise desenvolvida pela ILM Advisory, os hotéis de 5 estrelas do Algarve estão a superar à crise económica internacional, tendo registado uma quebra média de apenas 7,38 euros no preço médio por quarto vendido (PMQV) no último Verão entre Junho e Agosto, face a período homólogo de 2008.

Os dados recolhidos pela ILM Advisory junto de 10 dos 17 hotéis de 5 Estrelas do Algarve tiveram especial enfoque nos meses de Verão – Junho, Julho e Agosto – incidindo sobre indicadores de performance como o preço médio por quarto vendido, a taxa de ocupação e o revpar (lucro por quarto disponível).

De acordo com a análise referida o nível médio da taxa de ocupação entre Janeiro e Agosto de 2009 foi de 45,52 %, inferior em 13,32% face a 2008, sendo que nos meses do verão esta diferença se situou nos 5,24%. Por sua vez o REVPAR médio foi inferior em 15% quando comparado com o período homologo de 2008. Apesar da variação observada os hotéis geridos ou franchisados por marcas internacionais a operar em Portugal registaram no mesmo período um REVPAR superior aos hotéis nacionais em 67 %, equivalente a uma diferença média de 78,39 euros por quarto.

Todos os hoteleiros entrevistados mencionaram que o mercado interno foi aquele que contribuiu de forma decisiva para a perfor­mance dos meses de Verão, compensando a substancial queda da procura oriunda dos mercados internacionais tradi­cionais. O mercado inglês, apesar de manter uma forte importância para o turismo algarvio, foi o principal responsável pelas quebras registadas.

Entre os directores de hotéis do Algarve entrevistados foi possível definir como estimativa para a facturação de 2009 uma descida entre 10 e 15% face ao acumulado de 2008. Em termos de ocupação, os entrevistados prevêem que o resultado acumulado de 2009 seja semelhante ao de 2008.

A previsão generalizada dos hoteleiros entrevistados é de que o período entre Setembro e Dezembro de 2009 será extremamente complicado, na medida em que confirmações de grupos de conferências e incentivos encontra-se substancialmente abaixo do observado no ano transacto, sendo este segmento um dos principais contri­buintes para as ocupações de 5 estrelas no Algarve no período em foco. Verifica-se na generalidade dos casos a existência de um sentimento de confiança face a 2010, com previsões de melhoria quer nas taxas de ocupação, quer ao nível do preço médio por quarto vendido praticado.

(Download) Algarve 5* Hotel Research Note

Anúncios

Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: