Ano turístico 2009 com balanço negativo

4 03 2010

A análise da ILM Advisory aos principais indicadores de performance do sector permite concluir que o ano de 2009 foi um ano complicado para o mercado turístico nacional, com fortes impactes ao nível da aviação e da hotelaria, destacando-se no entanto a boa performance verificada ao nível da rubrica dos cruzeiros, ao nível do número de visitantes nos museus nacionais, assim como na venda dos tradicionais pastéis de Belém.

O balanço do ano turístico vivenciado em Portugal apresentado cobriu importantes rubricas do sector, tais como – número de passageiros nos aeroportos e portos nacionais, dormidas efectuadas em estabelecimentos hoteleiros, número de visitantes em atracções turísticas nacionais, entre outras.

A conjuntura de crise económica teve grandes consequências no sector turístico nacional mas foi igualmente sentida na maioria dos destinos turísticos internacionais, com repercussões não só em distintas actividades económicas bem como nos hábitos de lazer dos turistas.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




Portos nacionais longe dos objectivos do PENT

16 12 2009

Maria João Silva

Através da análise ILM Advisory dos dados estatísticos dos dois principais portos nacionaisLisboa e Funchal, foi possível constatar que, no acumulado do ano até à data, tanto o porto do Funchal como o Porto de Lisboa registaram um acréscimo no número total de passageiros transportados – mais 14.313 em Lisboa e 26.854 no Funchal, e que este último superou, até ao momento, todos os valores alcançados em 2008.

Não obstante os resultados alcançados, os portos em causa ainda estão longe de figurar na lista dos oito melhores portos europeus, objectivo este delineado aquando da inclusão do produto náutico no PENT. A indústria dos cruzeiros movimenta anualmente cerca de 15 milhões de passageiros, estimando-se que o número de europeus a viajar em cruzeiros venha a duplicar até 2020 e que este sector valha entre 80 e 90 milhões de euros em Portugal.

Assim, para se atingir o objectivo proposto é necessário procederem-se a melhorias significativas nos portos em causa, nomeadamente nos terminais e efectuarem-se esforços na captação de um maior número de cruzeiros internacionais. O comunicado da abertura do primeiro escritório em Portugal da companhia de cruzeiros italiana – MSC Cruzeiros – evidencia o potencial que o nosso país possui para dar resposta a este segmento em franca expansão, devendo por isso ser implementadas as medidas necessárias para que, no final do período de vigência do PENT (2015), tenham sido alcançadas as metas propostas e Portugal seja visto como um destino de referência de cruzeiros na Europa.

Novembro 2009 com comportamentos antagónicos

No comparativo dos meses de Novembro de 2008 e 2009, a ILM constatou que o Porto do Funchal, em termos globais, alcançou uma performance superior do que o de Lisboa no comparativo dos meses de Novembro de 2008 e 2009.

À excepção do verificado na rubrica “escalas”, onde se registaram decréscimos em ambos os portos (menos duas no Porto de Lisboa e menos quatro no do Funchal), nas restantes rubricas os portos em análise apresentaram comportamentos antagónicos

Assim, enquanto que o Porto do Funchal obteve resultados positivos ao nível do número de passageiros em trânsito e totais (mais 3.386 e 2.591, respectivamente), o Porto de Lisboa alcançou uma performance positiva no que diz respeito ao número total de passageiros embarcados (mais 255) e desembarcados (mais 112).





Portugal, destino cruzeiro em crescimento- Portos de Lisboa e Funchal com crescimentos de 10% e 18% no número de passageiros

18 11 2009

Maria João Silva

Através da análise das performances positivas alcançadas no mês de Outubro de 2009 pelos dois principais portos nacionais – Lisboa e Funchal – a ILM Advisory concluiu que este produto, para além de evidenciar uma procura crescente, demonstra igualmente a crescente importância de Portugal na rota de cruzeiros internacionais.

Assim, em ambos os portos analisados assistiu-se a um aumento no número de escalas efectuadas em comparação com igual período de 2008, nomeadamente no porto do Funchal que registou mais 6 escalas (34 vs 28 escalas).

Ao nível do número total de passageiros em trânsito, o Porto de Lisboa alcançou um crescimento de 10% e o de Funchal de 18%, o que de acordo com um estudo levado a cabo pela European Cruise Control se traduz em resultados positivos na economia local, visto os passageiros em trânsito gastarem em média 60 euros por escala.

Considerando que os passageiros em trânsito correspondem a 88% e a 99% do número total de passageiros no Porto de Lisboa e do Funchal, respectivamente, consideramos ser uma prioridade no desenvolvimento deste produto turístico a canalização de esforços para o início e o fim de itinerários de cruzeiros de forma a incrementar as receitas provenientes deste produto turístico.

De salientar que a distinção do Porto de Lisboa como “Melhor destino de cruzeiros da Europa” nos World Travel Awards, vem consolidar a imagem da capital e, consequentemente, de Portugal como destino de referência para cruzeiros.





Portugal Masters atenua quebras de passageiros no aeroporto de Faro

18 11 2009

 

Maria João Silva

De acordo com a análise i-on-tourism da ILM Advisory, apesar de o mês de Outubro de 2009 ter registado quebras no número de movimentos aéreos registados e total de passageiros transportados, face ao período homólogo de 2008, estas terão sido atenuadas pela adesão dos golfistas internacionais ao evento Portugal Masters .

 

Ao nível dos movimentos aéreos assistiu-se a uma redução de 186 voos comerciais (3.978 em 2008 Vs 3.792 em 2009). Importa igualmente mencionar que do total de voos registados no mês em análise pelas 30 principais companhias aéreas a operar para o aeroporto em causa, cerca de 78,9% foram efectuados por companhias low cost.

No que concerne ao número de passageiros transportados verificou-se uma quebra de 4,8% no comparativo dos meses de Outubro de 2008 e 2009 – 542.073 e 520.661 passageiros, respectivamente. Os Britânicos (326.066), Alemães (61.419) e Irlandeses (36.807) foram as nacionalidades mais representativas para o aeroporto de Faro em Outubro de 2009, algo que poderá ser justificado pelo facto deste mês ter sido marcado pelo evento Portugal Masters em Vilamoura e que, consequentemente, atraiu inúmeros golfistas até à região, sendo a paixão pelos greens nacionais dos turistas oriundos dos países mencionados extremamente conhecida.